segunda-feira, dezembro 04, 2006


Breve Estação


Naqueles dias
O calor da pele
Sussurrava o desejo
As mãos em febre
Liam o corpo nu
O olhar em brasa
Exalava o êxtase
Em sermos um

O nosso frágil encontro
Foi um hesitante balé
Cálido, insólito e breve
Como as férias de um verão

A lembrança do abraço
Aconchegante e voraz
Hoje me vem tristemente
Num dueto de prazer e dor

A imagem é colhida da NET. A letra de música é de minha autoria.

50 comentários:

Dengo disse...

Recordações ...!!!
Dengo

poetaeusou disse...

É Angustiante.
O Presente.
Virar Passado.
Devido.
A Sentimentos.
Não Controlados.
poetaeusou(saudoso)

pitanga disse...

"Eu vou lhe deixar
a medida do Bonfim
não me valeu
Mas fico com o disco do Pixinguinha,sim
o resto é seu
...............
Eu bato o portão
sem fazer alarde
Eu levo a carteira
de identidade
Uma saideira
muita saudade
E a leve impressão
de que já vou tarde."

"trocando em miúdos", o passado sempre volta
beijos e brrrr (tá frio)

poetaeusou disse...

Será possivel/
Existirem/
Sentimentos virtuais ?/
Amor/
Ciúme/
Sentido de posse ?/
Não é assustador ?/
henrique

Leticia Gabian disse...

Dengo,
Recordações....!!!!

Leticia Gabian disse...

Poeta,
Os sentimentos não controlados podem ter o mesmo efeito de uma bomba nuclear, se assim o permitirmos.

Leticia Gabian disse...

Não querer controlar o "incontrolável" é muito assustador, sim.
O inevitável aconteceu e não foi por falta de aviso e de muita conversa.

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
A medida do Bomfim, infelizmente, não conseguiu segurar as atitudes desmedidas.
Um beijo.

Maria disse...

Olá letícia
Que poema tão lindo, quanto amor e quanta saudade...
Um beijo grande.

(olha, vai ao meu sítio, tá lá o prometido...)

Maria disse...

Meu Deus, Letícia, temos aí um poeta perdido...
És mesmo uma "arranca corações"...
Que sentimentos bons despertas no que escreves...
Beijo

pitanga disse...

Letícia,se a medida do Bomfim não valeu vamos atacar de ...
"Foi assim,
como resto de sol
no mar
Como a brisa
da pré a mar
Tu te foste de mim
...................
Foi assim
quando a noite
ao luar se deu
Quando o mundo era
quase meu
Nós chegamos ao fim.

Serve?

Beijinhos e meias de lã.

Leticia Gabian disse...

Maria,
Já fui lá no teu blog e vi as fotos maravilhosas da linda Nazaré.
Adorei.
Um beijo.

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
Ainda não encontrei a música pra o dia de hoje. Acredito que seja um dia pra muito silêncio e reflexão.
Beijão.

delfim peixoto disse...

Um poema... lindo mesmo.. e já agora, mudei de "casa"
bjs

Leticia Gabian disse...

Olá delfim,
Adorei a tua nova "casa".
Um beijo.

O Sibarita disse...

Dona Letícia que bom ter lhe conhecido pessoalmente, ainda, que por alguns segundos apenas tenhamos conversado.

Você mandando ver nas músicas com bom acompanhamento do pandeiro, acordeon e violão.

Você está de parabéns pela voz, pela escolha do repertório e pelos excelentes músicos que dão um toque refinado.

Foi uma pena não ficarmos até mais tarde porque as pessoas que estavam comigo são professores da Universidade e tinham que dar aulas no sábado às oito da manhã.

De qualquer forma foi muito bacana, muito mesmo!

Claro que voltarei, o local é aconchegante, com um bom atendimento. Quem tiver oportunidade de ir não deve pensar duas vezes... Tem que ir sim!

É tá certo! Eu puxando conversa e você nem se tocou... kkk Ah, você é uma simpatia, faça fé!

O Sibarita

DE PROPOSITO disse...

'Num dueto de prazer e dor'.
Bem, eu suponho que as duas coisas não combinam. Ou será prazer, ou será dor. É que com dor não pode haver prazer. A não ser que a dor de uma pessoa, provoque prazer noutra pessoa. Mas creio que não é essa a intenção do poema.
Fica bem.
Beijinhos para ti.
Manuel

Mário Margaride disse...

Olá Letícia! Muito bonito esse poema. Sensual, erótico...belo!
Um beijo
Mário.

Ana Patudos disse...

Cuidado!
Por aqui o espaço está pegando fogo!
Que lindo , Leticia
bjos
Ana Paula

ARTEMINORCA disse...

Amor forte, daqueles que deixam calor, cheiro e muita saudade! Amiga, estou sempre aqui!
Parabéns! Beijinho, Lu

Tá rebocado! disse...

Ai meu Deus! kkkk Tá rebocado essa menina dá nó em pingo d'água e como canta a danadinha, aveeeeeeeee!

Dona moça gostei do seu show na Zuzu, viu? Hummm você nem falou comigo hein? O sibarita disse que eu estava ali pertinho de você e você nem aí... kkk Me faça uma garapa, assim não vale...

Eu e a Tonha ficamos no maior auê ao som da sua belissima voz!

Obrigado pelo repertório é 10! Você sabe das coisas...

Tá piripicado o cara do acordeon toca demais, aliás, juntamente com os demais, violão e pandeiro, forma um trio de alto nível que lhe dá suporte total e segurança para você escancará a voz tão suave que parece de veludo...

Aqui para nós: voltaremos, viu?

Tá de parabéns!

abraços,
Tá rebocado, piripicado!

Leticia Gabian disse...

Grande Siba!
Você me enganou direitinho puxando uma conversa meio estranha....eu fiquei meio assim (sou meio bicho-do-mato quando não conheço a pessoa)....até que num guentou e se entregou. Rapaz, quando disse que era o Sibarita fiquei tão feliz, mas tão feliz, que nem imagina o quanto. Voltem sempre pra gente jogar, dessa vez, uma boa conversa fora e rir muito das hisórias da Tonha e do Tá Rebocado, tá?
Espero todos vocês por lá.
Beijões.

Leticia Gabian disse...

De Propósito,
Tudo pode, na vida, na música e na poesia.
Prazer e dor podem andar de mãos dadas, sim. Quem já amou viveu isso, quem ama sabe e quem ainda vai amar, certamente saberá.
Beijinho, Manuel.

Leticia Gabian disse...

Oi, Mário!
Que bom que gostou do que escrevi.
Um beijo grande.

Leticia Gabian disse...

Oi, Ana,
Gostou do post incendiário?
São lembranças minhas, mas podem ser de muita gente que por aqui passa e lê.
Beijão pra ti.

Leticia Gabian disse...

Lu,
É amiga, há amores que se vão, mas deixam marcas fortes, para todo o sempre.
Beijão pra ti, no coração.

Leticia Gabian disse...

Tá Rebocado!
Espero por você e pela Tonha, viu?
E a gente vai conversar e dar muita risada juntos.
Meus músicos são muito bons, né memo?! São de primeira qualidade.
Que bom que gostaram de que ouviram por lá pela Zuzu. Pois então....é só repetir a dose.
Beijos

Dengo disse...

Papiricando o Acordean,
via, Rebocado.
É assim, né ??????????
Pois !!!
Dengo

MRelvas disse...

Belo Leticia...

aqui chove muito em Portugal...

Por aí tá calor minha amiga?Quer trocar um pouquinho?

Um beijinho para aí,para ti Leticia!

Mário

Mocho Falante disse...

A D O R E I

Beijocas doces da cor do verão

Leticia Gabian disse...

Dengo,
Vai catar coquinho na praia, vai!

Leticia Gabian disse...

Olá, Mário.
Por aqui faz muito calor, sim. De vez em quando chove, não tanto quanto no Rio de Janeiro e em São Paulo, graças a Deus, mas chove.
E aí, o frio!

Leticia Gabian disse...

Querido Mocho bem Falante,
Que bom que adorou!
Beijocas minhas, da cor do verão.

Ana Luar disse...

Parabens pelo poema que é belissimo...
__________*_______** * ____________
____________***__*_**** ___________
____________**__**_____* __________
___________***_*__*_____* _________
__________****_____**___****** ____
_________*****______**_*______** __
________*****_______**________*_**
________*****_______*_______* _____
________******_____*_______* ______
_________******____*______* _______
__________********_______* ________
__***_________*******_** __________
*******__________** _______________
_*******_________* ________________
__******_________*_* ______________
___***___*_______** _______________
___________*_____*__* _____________
_______****_*___* _________________
_____******__*_** _________________
____*******___** __________________
____*****______* __________________
____**_________* __________________
_____*_________* __________________
_____________*_* __________________
______________** _________________lindas como tu....

Era uma vez um Girassol disse...

Lindo seu poema!
Amor fugaz, desejo...
Saudade, lembrança...
Passou...mas é lindo!
Beijinho

Leticia Gabian disse...

Querida Ana Luar,
Obrigada pela flor e por ter gostado do meu post.
Um beijo grande.

Leticia Gabian disse...

Querida Flor Maior!
Relembrar o que passou, de vez em quando,só de vez em quando,tem um gostinho bom.
beijão pra ti

Salvador disse...

Intenso, erotico e poderoso.


bjs

Mikas disse...

Desejo um resto de óptima semana

Leticia Gabian disse...

Oi, Salvador,
Grande beijo pra ti, querido.

Leticia Gabian disse...

Mikas,
Um ótimo resto de semana, também pra ti.

pitanga disse...

Olá Letícia. Depois de alguns dias de chuva intensa tem um sol meio assustado querendo espreitar lá fora. Tô sabendo que tem chovido muito no Rio. Ontem aqui em Viseu também foi "sinistro".

E viva o sol e viva a chuva, que o importante é estarmos aqui para ver os dois...e é de graça!
beijos fresquinhos (mas fresquinhos mesmo)

Leticia Gabian disse...

Oi, Pitanguita!
A chuva tem sido madrasta em Minas, no Rio e, principalmente, em São Paulo. Tanta pena da gente que perdeu o pouco que possuia! Oh, dó!
Peço e espero que esta onda de pé dágua não chegue até aqui à Bahia.
Beijos e me mantenha sempre informada das tuas evoluções lusas. Ok?

Desambientado disse...

Que bem que cantas o amor. Quem canta assim só pode viver apaixonada...

Leticia Gabian disse...

Querido Félix,
Vivo mais que apaixonada, sim. vivo a amar.
Um beijo pra ti.

MRelvas disse...

Neste blog da linda Leticia
deixo ficar estas palavras de um autor belo e saboroso.

Beijinhos para todos
Mário
O ARTESÃO DO ARMAMENTO



Não sou eu quem determina o destino do mundo.

Não sou eu quem começa as guerras.



Apenas sigo o meu caminho. Faço o meu trabalho.

Nada faço de errado.

Mas não sei.



E essa é a questão,

que sempre me atormenta.

Não quem determina,

e no entanto nada faço de mal.



Faço girar parafusos pequeninos com os meus dedos,

fabricando componentes de armas

que nos ameaçam a todos.

E ainda assim não sou eu quem determina

o destino que aparece diante de nós.



Eu poderia criar outro destino,

tornando o mundo seguro para todos aqueles

que anseiam viver a sua vida.



E então eu saberia

a razão sagrada,

o significado brilhante

da nossa existência.



Ninguém então poderia destruir-nos

com as suas acções

ou iludir-nos

com as suas palavras.



O mundo que eu ajudo a fazer

não é um mundo bom.

No entanto eu não sou mau.

E não fui eu que o inventei.

Mas será isso suficiente?



Papa João Paulo II

Naty disse...

ola adoro seus poemas sao fantasticos um beijo naty

Leticia Gabian disse...

Mário,
Belas palavras!

Leticia Gabian disse...

Naty,
Seja beminda ao Som & Tom! E volte sempre.
Um beijo.

david santos disse...

Olá!
Mais um lindo poema,letícia.
Prabéns.