quinta-feira, dezembro 15, 2011

Brazilian Music "Do Oiapoque ao Chuí" no Fora de Moda, no domingo passado 11/12/2011

Alguns registros em vídeo.
Letícia Gabian (voz), é acompanhada por Kal Robson (voz e violão) e Silvio Franco (bateria e percussão).


O Fora de Moda é um charmoso bar que fica em Alfama-Lisboa-Portugal

terça-feira, dezembro 13, 2011

Se arrependimento matasse....!

Sempre enchi o peito pra dizer, orgulhosa, que nunca me arrependia daquilo que fiz ou do que deixei de fazer nesta minha vida.
Mas não é bem assim. Não posso continuar a mentir a mim mesma. Portanto, eis que chega a hora de uma retratação.
Quase à beira de completar cinquenta e cinco anos, admito que me arrependo dolorosamente de não ter me dedicado à música desde cedo. O meu pai (Ginecologista-Obstetra e, nas horas vagas, amante da música) pagou-me aulas de violão com a melhor professora em Salvador, daquela época, chamada Maria Célia Bahia Monteiro. Embora fosse bastante elogiada pela professora e adorasse o violão, aos quinze anos tinha a minha cabecinha voltada para outros assuntos, para o "Xote das meninas", digamos assim, e só queria e só pensava em namorar. Ai.... que raiva!!!!!!!!

De alguma forma, a vida sempre encontrava um jeito de me colocar junto à música.
Eram os festivais estudantis, eram as serenatas, eram os saraus em casa de amigos... eram sinais, mas passavam apenas como momentos de distração.
Mais tarde ainda, depois de uma desilusão amorosa, frequentando assiduamente a casa da minha irmã, retomamos as reuniões musicais (pois meu cunhado toca violão divinamente e felizmente transmitiu este dom ao meu sobrinho). Foram tantos encontros que acabaram em sessões de gravação. Era tudo muito divertido e o convívio familiar foi extremamente importante para mim e para o meu filho, naquele momento. Como fruto desta época, gravamos um CD e, para nossa surpresa, fez tanto sucesso por onde ele passou que fui incentivada a procurar músicos para cantar na noite. E assim, apareceu na minha frente Horácio Barros Reis (para mim, o melhor violonista sobre a face da terra) que me acompanhou desde 1999 até 2009, quando deixei Salvador para vir morar em Portugal.
Portanto, comecei a "carreira" aos meus 42 anos de idade.
Um dia, em visita à casa de um parente, que primava pela franqueza, escutei dele a seguinte frase: "Ah...mas você começou a cantar muito tarde...!".  E eu achei aquilo de muito mau gosto além de cruel. É que não me passava pela cabeça que ele pudesse ter razão. Mas, o pior de tudo é que ele estava certo.

E se eu tivesse dado continuidade às aulas de violão?
Teria começado a cantar ainda menina. Teria a juventude a meu favor. Teria muito mais experiência do que tenho agora. Seria muito mais conhecida do que sou agora. Seria muito mais bem aceita do que sou agora.

"Crime e Castigo".
Meu crime: desprezar algo que me foi dado pelo meu pai que, com sua sebedoria e previdência, sabia o valor que este presente viria a ter em minha vida futura.
Meu castigo: sofrer na pele todas as consequências.

Tenho me batido com estas questões desde que cheguei a Portugal.
Zé, não dava pra você ter nascido em outro lugar? (Embora eu ame Portugal em muitos aspectos).
É que eu vim parar aqui, no país do Fado, onde as pessoas cantam no gogó (sem a necessidade de microfone). E chego eu, com a minha voz miúda, com a minha timidez, sem saber fazer o pino no palco, sem tirar coelhos da cartola no palco, sem saber dançar o Paso Doble enquanto canto, só sabendo oferecer uma voz afinada... e querer ser bem sucedida é viajar na maionese, né não?

Ainda que Zé tivesse nascido na Finlândia, eu continuaria a ter razões pra encher o peito e dizer do meu imenso arrependimento.

Perdão, meu pai! Eu não sabia o que fazia.

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Brazilian Music "Do Oiapoque ao Chuí" no Fora de Moda, no próximo domingo

Letícia Gabian, Kal Robson e Silvio Franco
Vozes, violão e percussão
Além do delicioso prato de "Arrumadinho", comidinha de Salvador-Bahia-Brasil
Dia 11 de Dezembro, domingo, às 20:00
no Fora de Moda
Largo Santo Estevão, nº9-A, CP 1100-505
Alfama-Lisboa-Portugal
Apareçam por lá!

terça-feira, novembro 08, 2011

"Insensatez" no Fora de Moda

Letícia Gabian é acompanhada pela guitarra do Flávio Neves

domingo, novembro 06, 2011

Vídeos do Fora de Moda

O Fora de Moda é um bar muito charmoso.
É generoso na oferta das variadas atrações, que vão desde os deliciosos petiscos às manifestações culturais e apresentações musicais.
Fica em Alfama, Lisboa, Portugal.

Aqui, alguns vídeos da minha passagem por lá:













quarta-feira, outubro 26, 2011

Mais uma visita de amigos lá de Salvador

Olívia e Paulo nos alegraram com a segunda visita deles a Portugal. Desta vez, ficaram aqui em casa e foi muito bom tê-los com a gente.
Pena que o tempo já tivesse mudado. Tivemos chuva e um friozinho. Mas, foi bom, mesmo assim.
Aqui, alguns registros da nossa convivência boa:

Nós e a Paula no Arte & Manha

Em Sesimbra




No miradouro de Sta. Luzia, em Lisboa














Deixam saudade na gente!!!!



terça-feira, outubro 18, 2011

I A N







Quando a lua
Vem esconder
A claridade
A estrela
Brilha
Em mensagens
Indecifráveis.
A estrela
É a força
Em luz
É o conforto
Do afago frágil
De uma criança
A estrela é
I A N

Palavras que escrevi para o meu filho IAN (que nasceu e virou estrela), em outubro de 1978. Faria hoje, portanto, 33 anos. E ainda parece que foi ONTEM

sexta-feira, setembro 30, 2011

Espetáculo pelo GUI

Aconteceu ontem, um espetáculo em prol de um valente e lindo menino chamado GUI que sofreu algumas complicações ao nascer. Complicações estas que acabaram por afetar, na totalidade, a sua parte motora. Logo de início, os médicos sentenciaram aos pais que ele, muito provavelmente, passaria a sua vida reduzido a um computador e preso a uma cadeira de rodas. Mas, este prognóstico não foi capaz de imobilizar os pais e foi dado início a uma vasta pesquisa sobre o problema. O resultado foi a descoberta de um tratamento, em um hospital em Cuba, que proporcionaria melhoras significativas. Para lá seguiram, onde permaneceram por quatro anos. De lá, retornaram com novas esperanças e com a certeza de que o GUI andará em pouco mais de dois anos.


A fortaleza do GUI  vem mesmo destes pais incansáveis e que não desistem nunca de o ver caminhar e até correr.


Vários eventos já aconteceram cujas rendas foram revertidas para a famíla, a fim de ajudar nas custas dos tratamentos que não são baratos. Ontem, foi a vez de mais um deles e que aconteceu no Centro Recreativo da Bobadela, nos arredores de Lisboa.
Deixo aqui o registro do final do espetáculo, que teve a participação de Rogério Charraz, Paulo Monteiro, João Miguel Veras, Ana Lains, Letícia Gabian, Fernando Ferreira, Luanda Cozetti e Norton Daiello (os Couple Coffee) e José Santos.







segunda-feira, setembro 19, 2011

Para o meu rebento


Para além do nome
na certidão de nascimento,
sou você
no sangue, na carne,
no cheiro da pele
e em algumas pequenas facetas
do espelho



Agora, algumas dicas de mãe, no aniversário do filho

Generosidade (faz crescer a auto-estima) 
Amizade (cultive sempre, dentro e fora do seio da família)
Beleza (faz bem aos olhos, mas nem sempre vale quanto pesa)
Riqueza (de bens materiais, sim. Mas, jamais esqueça a da alma)
Intelectualidade (em coleção ampliada, pois é um bem que ninguém nos tira)
Elegância (no trato com as pessoas)
Leveza (nas relações afetivas)


E como não podia faltar...


... Uma Mandala para iluminar os seus caminhos,

e um beijo (de mãe) maior do que o oceano que nos separa




quinta-feira, setembro 08, 2011

domingo, agosto 28, 2011

Uma Mandala divertida

Watermelon - Melancia - Wassermelone - Sandía - Pastèque - Anguria - Arbuz


Pensava em um melancia, enquanto pintava esta Mandala, sem dúvida alguma!


quarta-feira, agosto 24, 2011

Uma Mandala para a saudade

Desenhar e pintar, escutando música, é um santo remédio!!!!
ADORO!!!!!!!

segunda-feira, agosto 22, 2011

Muito sol, pra alegrar um verão com cara de outono/inverno






E eles, provavelmente, devem se transformar em lindas caixinhas, como estas: