sexta-feira, abril 25, 2008

Hoje, na Zuzu, canto Choro e Samba pro Canhoto da Paraíba


"Morreu no Recife, na quinta, 24, o violonista paraibano Francisco Soares de Araújo, que ficou célebre com o apelido de Canhoto da Paraíba, um dos expoentes do choro nordestino, admirado pelos mais importantes músicos brasileiros, como Paulinho da Viola e Hermínio Bello de Carvalho. Canhoto teve um enfarte - já tinha tido um derrame há uns 10 anos, o que o forçou a parar de tocar.

Nascido em 19 de maio de 1928, segundo a Enciclopédia Itaú Cultural, Canhoto da Paraíba, como o nome indica, tocava com a mão esquerda. Mas desenvolveu uma técnica particular de execução ao violão, com o instrumento invertido (mas sem inverter as cordas). Além disso, possuía um sentido harmônio e melódico incomuns, motivo que o fez ser admirado por todos os colegas do instrumento. Sacristão, aos 16 anos iniciou a carreira como músico na Rádio Clube, no Recife (PE).

Foi parceiro de Sivuca e Luperce Miranda e de grandes intérpretes do choro, como Rossini Ferreira e Zé do Carmo. Em 1959, esteve no Rio de Janeiro pela primeira vez e conheceu a nata do choro carioca, como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Radamés Gnattali e Paulinho da Viola. Este último se tornou uma espécie de admirador eterno, e sempre que podia incorporava Canhoto em suas turnês. Tocaram juntos no Heineken Concerts e com a Velha Guarda da Portela no Palace, em São Paulo.

Em 1999, saiu o disco Os Bambas do Violão (Kuarup), que trazia Canhoto emparelhado com os maiores do instrumento, como Baden Powell, HenriqueAnnes, Nonato Luís e Rafael Rabelo. O crítico de música Mauro Dias escreveu, no Caderno 2 de O Estado de S.Paulo: "Paulinho da Viola talvez não fosse o mesmo se não houvesse antes dele Cartola e Nelson Cavaquinho e certamente não seria o mesmo se um dia não tivesse ouvido Canhoto da Paraíba".
Jotabê Medeiros, de O Estado de S. Paulo

10 comentários:

Urariano Mota disse...

Um grande admirador de Canhoto da Paraíba foi Jacob do Bandolim. O seu primeiro disco, Único Amor, é primoroso no repertório e na execução. No meu blog http://urarianoms.blog.uol.com.br/
há o post "Oração por Chico Soares, Canhoto da Paraíba" que fiz em sua homenagem. Abraço.

Maria disse...

Querida Letícia

Não conheço o Canhoto da Paraíba, Francisco de Araújo. Mas conheço Paulinho da Viola muito bem. E sabes como gosto do Chorinho.
Quem partiu já foi, importa nós aqui continuarmos a dua obra e lembrá-lo.
Tentarei obter um CD dele para oouvir o chorinho.
Entretanto digo-te que aqui o dia de hoje foi muito bom, mesmo, e que no ano que vem talvez (:) ) tu vás ver como é.....
Adivinho-te a esta hora a cantar na Zuzu, e eu aqui....

Beijão enorme, e um cravo vermelho, vermelhão

Leticia Gabian disse...

Urariano,
Obrigada pela visita e pelo convite. Irei conhecer o teu blog e a homenagem que fez ao Canhoto.
Um abraço

Leticia Gabian disse...

Maroca,
Com muita fé, ano que vem poderei curtir o 25 de Abril junto com todos vocês. Imagino a festa bonita que deve ter sido a de ontem.

Quanto ao Canhoto, vale muito a pena conhecer. Melhor deixar pra comprar o cd aqui, em junho. É mais fácil encontrar, creio eu.

Ontem a Zuzu bombou, amiga! Muita gente animada. Foi bom demais!
Em junho tem mais!

Beijo grande

Alice Matos disse...

Querida Letícia...
Passo para matar saudade e encontro uma linda homenagem...

Beijinho grande para ti...

Leticia Gabian disse...

Querida Alice!
Que bom te ver por aqui! Perdoe a minha ausëncia. Embora náo esteja em contato, jamais apago da memoria a quem quero bem.

Beijo enorme pra ti!

zmsantos disse...

Querida amiga! Que bonita surpresa eu tive ontém na Taverna dos Trovadores. O teu Zé esteve lá, e me entregou o teu disco, que mostrei a toda a gente com uma indisfarçada vaidade.
É um bom pretexto para começar a trabalhar a minha gaita e tentar honrar o desafio que me fizeste.
É claro que já o ouvi de ponta-a-ponta e acho que está genial.
O Rogério, durante a sua actuação, dedicou-te uma música e mandou um beijo para ti, com votos de um breve regresso.
Obrigado pela simpatia e talento com que nos presenteias.

Beijos, e tudo de bom para ti.

Leticia Gabian disse...

Querido Zé Manel!
Quanta inveja boa eu senti!
Queria ter estado lá ontem, pra rever a todos, estar com o meu Zé e os amigos e escutar o fantástico repertório do trio, além da música que me foi dedicada.
A saudade é cruel!

É mesmo bom que trabalhe a tua gaita, pois no início do ano que vem já estarei aí de forma definitiva. Sem nenhuma dúvida, farei de tudo pra que aconteçam shows nos quais tenha o RCTrio e o Zé Manel como ilustríssimos convidados. Até lá, vamos falando sobre o assunto e amadurecendo a idéia.

Muita saúde, sorte e sucesso pra todos!

Abração

Berro d'Água disse...

Olá Letícia!!! Vim te visitar e aproveitei para fazer um passeio demorado pelo teu espaço, que continua aconchegante e musicalizado, como sempre!!!

Um belo final de semana pra ti, com muitas coisas boas!!!

Beijo,
Cris

Leticia Gabian disse...

Olá, Cris!
Fico feliz com a sua visita!
Assim que der, também irei ao "Berro".
Um excelente resto de feriadão.
Muita saúde e sorte, sempre.

Beijo grande