quinta-feira, agosto 21, 2008

No JARDIM do Mundo



Somos todos como as flores.
Variam as cores, os perfumes...
Na essência, somos
delicados
Como as pétalas das rosas.

Ainda assim, teimamos em machucar, ferir, prejudicar (principalmente) a nós mesmos e (frequentemente) aos mais próximos (filhos, pais, irmãos....).

É preciso que deixemos de olhar o mundo
(... Através de tão acanhada fresta)
Pelo ponto de vista do próprio umbigo.

O nosso olhar (quando não contaminado pelo rancor, ódio, raiva, ressentimentos e egoísmo exacerbado) enxerga
Além de até onde a vista alcança.


Desamor próprio é pior que as farpas de um arame
Estas farpas atuam como elos que formam uma corrente
Que prende...Impedindo os movimentos, as caminhadas,
os vôos, os sonhos, os desejos, o reconstruir a vida...
Fazendo sangrar as pétalas.




12 comentários:

Maria disse...

Excelente post, para uma reflexão aprofundada.
Precisava de ser lido por algumas pessoas que eu conheço, e que me são tão próximas...

Beijão, amiga-irmã

Leticia Gabian disse...

É....Bom seria que todos fizéssemos reflexões assim, periodicamente. Tudo ficava mais fácil e leve.

Beijão, amiga-irmã

O Sibarita disse...

Rapaaaaaazzzzzzzz... kkkk Eita Cumadi retada meu Deus! kkk

Pô cumadi parabéns pelo texto tô com a senhora e não abro!

O problema é que tem muita gente com o ego acima o céu, ai fia, cadê a humildade dessas pessoas? Não tem! Dai é que o mundo se torna ruim, faça fé!

bjs
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Pois é, cumpadi! Faço fé!!!
Pra quê complicar o que pode ser tão simples? Tem gente que não sabe viver sem criar um problema, pra si e pra quem está ao redor.

Abração!

mundo azul disse...

Palavras belas e sábias, querida Leticia... Quantas coisas ainda temos que aprender!


Beijos de luz e o meu carinho!!!

Leticia Gabian disse...

Aprendemos a cada minuto, a cada experiência e situação novas. Quem se fecha a este aprendizado, passa pela vida sem saber a quê veio.

Beijo grande, Zélia

neo-orkuteiro disse...

Letícia, venho do Mundo Azul (que costumo ler) onde a vi num comentário a poema da Zélia. Você é cantora e adequadamente se chama Leticia (alegria, em latim). Tive idéia de sua voz em seu próprio blog, você cantando não sei onde. Gostei, sim.
O presente post dá idéia de suas idéias. Resumindo, tudo que li e ouvi até agora me convence de que acertei ao entrar no seu blog.

Leticia Gabian disse...

Olá!
Seja bem vindo ao Som&Tom.
Gosto muito do Mundo Azul da Zélia. Logo vou conhecer um pouco do seu.
Abraço

Carol disse...

Leticia, minha querida

Palavras tao simples e tao sábias ... resume-se a tudo isso .... muitas vezes somos confrontados com raiva, ódios, rancor, invejas ...

Tudo sentimentos negativos que muitas vezes toldam a evoluçao de cada um e impedem de ver o que realmente importam ...

Nao nos p'odemos esquecer .... só temos uma vida terrena .... uma passagem pela Terra que devemos aproveitar o melhor possível :)

Uma beijoca carinhosa daqui até ao outro lado do Atlântico ;)

Leticia Gabian disse...

Assim é, Carol!
Precisamos aprender a viver da melhor maneira possível....Mas, para tal, é necessário muita vontade e desejo de sermos felizes e de levarmos esta felicidade a quem nos rodeia.

Beijo grande, querida!

Martín G. Ramis disse...

interesante blog el tuyo, Leticia.
si algún día quieres una obra de teatro para hacerla en tu país, sólo tienes que pedírmela, soy dramaturgo.
te recomiendo el blog de mi hijo: Martín Garrido entre el centeno.

Leticia Gabian disse...

Martin,
Muchas gracias por tu visita.

Dramaturgo... Que bueno!

Saludos desde Salvador-Bahia!