sábado, setembro 16, 2006

Música na Janela




O rapaz e a moça viviam em prédios, um em frente ao outro. As janelas, em paralelo, eram telas a passar cenas da vida de cada um. O rapaz, embora tivesse uma rotina normal de casa e trabalho, vida social (era popular com as garotas), adorava perder-se em contemplação pela moça. Ultimamente, a moça da janela não desocupava seus pensamentos. Não era pra menos. Ela parecia não ter uma vida fora da janela. Ficava lá o dia inteiro e continuava noite adentro. A cena mais costumeira era quando ela colocava música e empunhava uma escova, como se fora um microfone, e começava a dublar ou cantar o que estava escutando. Passava horas assim. E ele a olhar.

Meses se passaram sem que o rapaz sequer conseguisse um contato visual. A moça parecia viver em seu mundo particular, ignorando o real à sua volta. Mesmo intimamente reconhecendo que sua musa pudesse ter algum problema de ordem mental, dava-se a desculpa de que ela era difícil e não costumava dar bola pra qualquer um. O rapaz já estava naquele estágio da paixão, no qual se inventa e se cria o objeto de desejo.

Até que um dia, de volta do trabalho e ansioso por revê-la, teve a maior surpresa (muitas vezes imaginada) - a moça olhou diretamente pra ele e perguntou: Você sabe consertar uma torneira que está vazando?
Ah....claro que ele sabia, se não sabia ia aprender no ato! E lá foi ele, voando escada abaixo (nem conseguia esperar pelo elevador), voando até o apartamento da moça. Ela o recebeu na porta com (segundo ele) “o olhar e o sorriso mais lindos que um ser humano poderia possuir”.

Torneira funcionando... amizade de vento em popa... olho no olho... mão na mão... o primeiro beijo... e lá estavam os dois em pleno namoro. Seis meses depois, casamento. E foram viver em um apartamento de vista para o mar.

Poderia encerrar aqui esse conto água com açúcar, mas a minha consciência me impede de omitir um fato importante. Depois de um ano de vida “normal”, em conjunto, o rapaz volta do trabalho. Qual não foi sua surpresa ao constatar que a moça não se encontrava em casa. Horas foram se passando. Nenhuma notícia. Nada. O rapaz, em total desespero, resolve sair para ir dar queixa numa delegacia. Foi dirigindo e no caminho, ao passar por uma loja de CDs e aparelhos eletrônicos e de som, viu a moça do lado de dentro da vitrine. Parou o carro e correu ao seu encontro. Chamou por ela, gritou seu nome, deu murros no vidro... e nada acontecia. A moça (de volta ao seu mundo) cantava ao som de um aparelho de karaokê. Do lado de fora uma multidão, alheia ao drama do rapaz, se ria e zombava.
Na vitrine, a moça se deliciava com o seu momento de glória.

65 comentários:

APC disse...

Bonito paca, Letícia!
Original, bem criada...
Suave delícia, meio triste mas muito gostosa. Valeu mesmo!

"O rapaz já estava naquele estágio da paixão, no qual se inventa e se cria o objeto de desejo" (cit).

Hum... Haverá uma fase da paixão em que assim não é?...

Beijinho-beijinho!

Leticia Gabian disse...

A paixão e seus vários estágios... se o coração falasse...

Beijos pra ti.

ARTEMINORCA disse...

Entrei e adorei!
Uma das minhas músicas favoritas e... tão bem cantada! A história é uma delícia!
Beijinhos baianos, Lu

Leticia Gabian disse...

Lu,
Admiramos e gostamos dos trabalhos uma da outra. Beleza!!!
Beijos pra ti.

pitanga disse...

Letícia, volto mais tarde quando a Julinha estiver dormindo. Sabe como é fim de semana aquela vozinha no telefone logo de manhã; posso ir pra tua casa? Vou dizer não?
beijos

Leticia Gabian disse...

Pitanga,
Mais uma: se eu tivesse filha ela se chamaria júlia. (que nota? mais uma coincidência!).
Beijos.

jo disse...

Triste e bela "estória"; cruel, mas mais real do que se possa imaginar.
Bjs

Rodolfo N disse...

Que beleza de historia!!!"Na vitrine, a moça se deliciava com o seu momento de glória"
Hermoso relato, me encantó!!
Beijos

Leticia Gabian disse...

Jo,
Beijos pra você também. Até mais.

pitanga disse...

Essa mulher é muito doida! Fissurada em karaokê! Coitado do sujeito que nem sabia cantar.Quem mandou ir consertar a torneira? Ela foi atrás do sonho, quem sou eu pra julgar?
beijos de boa noite

"eu quero paz de criança dormindo"
Julinha dorme

pitanga disse...

Leticia, passa lá na Ideália. Tá muito lindo.

Leticia Gabian disse...

Rodolfo,
Escrevi esse texto há alguns anos e resolvi postar por aqui. Que bom que gostou!
Beijão pra ti.

Pitanga,
Pegue uma carona nas asas dos anjos de Julinha e sonhe muuuuito!!!
Beijos pras duas.

viajante disse...

Genial. Apenas isso.
Abração. Deste lado do mar.

Cecilia Cunha disse...

mais um talento seu...
para além da música a pintura e agora nos revela a escrita... terá mais talentos escondidos?

É muito bom vir aqui
beijo

Luna disse...

Por vezes sonhamos de mais , damos asas aos sonhos, voamos com eles, mas a fragilidade nos magoa..mas que fazer como enfrentar a vida sem sonhos...
bom domingo

O Sibarita disse...

A vida nua e crua como ela é... e aí? Seu texto, embora, você mesma diga que é um água com açucar, mas, pergunto: qual história de amor com final feliz ou não, não seja exatamente isso? Taí oue baiana levada da breca, tàis dito! Gostei muito mesmo, tá muito bem construído, fico feliz! Faça fé! Uma outra perguntinha: E quem se vê nessa história? Hummmm...

Kalinka disse...

OLÁ LETÍCIA

Vim aqui ter pela mão de Pitanga Doce. Gostei de saber que faz pintura sobre tecidos...adoro todo o género de pintura e acho esta em especial, muito original, difícil de executar e linda de morrer!

Adorei ler seu conto e ver como trabalha sua imaginação.Parabéns.
Sabe? eu já visitei a Bahia e AMEI.

Bom fim de semana. Beijos.

pitanga disse...

Bom dia, minha querida colega escitora. Quem sabe há uma vaga na Academia Brasileira de Letras para nós? Ih, mas aí tem que morrer alguém pra vagar uma cadeira. Então eu passo a indicação!!!

beijos
Julinha brinca e diz que quer ficar aqui até o fim do ano. Chove.

Leticia Gabian disse...

Viajante,
Quanta honra!Abração do lado de cá.

Moonshinne,
É uma hora receber a visita de uma poetisa. Beijos pra ti.

Luna,
Adorei a sua visita. Volte sempre. Abração pra ti.

O Sibarita,
Que bom que gostou! e quanto à sua pergunta de quem possa se ver nessa históra, acredito que qualquer um que elegeu para amar um engodo e só depois é que se deu conta do quanto se deixou enganar.
Creio ser mais ou menos por aí. Beijão.

Kalinka,
Então, já conhece a minha terrinha? Que bom! Espero que tenha passado bem por aqui. Adorei a sua visita, Volte sempre. Beijos pra ti.

Doce Pitanga,
vamos pela ordem de importância: você pega um vaga na Academia Brasileira e eu na Academia Bahiana. Combinado?
Beijinhos procês.

Delfim Peixoto disse...

Obrigado pelas palavras e de sua visita...quanto às suas interpretações creio que poderia editá-las
bjs doces e ternos

Leticia Gabian disse...

Delfim,
Que bom que veio ao meu cantinho.
Volte sempre. Beijos pra ti.

ARTEMINORCA disse...

Olá Letícia!
É sempre bom ouvir esta voz!!!
Adoro a tua máscara. Já tens feito exposições? Tens trabalhos muito bonitos!
Beijinho, Lu

Leticia Gabian disse...

Oi, querida!
Não tenho feito exposições. Graças a Deus, tudo que faço é logo vendido, nunca dá pra juntar material pra expor. mas penso em fazer em breve.
Beijos pra ti.

125_azul disse...

Às vezeso amor faz milagres.Às vezes os milagres duram só um instante. Depois...fica dor, vazio, ânsia, ausência...
Beijinhos, semana feliz

Leticia Gabian disse...

É assim mesmo.
Beijo pra ti.

Cadinho RoCo disse...

Tudo pela causa de uma torneira estragada.
Cadinho RoCo
www.balaiodeminas.com.br

Leticia Gabian disse...

Cadinho,
Quem ama dá jeito até em torneira ruim.
Abração pra ti.

UrsaM disse...

gostei muito do conto! O "autismo" da moça não dá espaço mas,se é feliz assim... Ele é que foi apenas um Eco no narcisismo dela!
Acontece!
Um beijo Leticia. É um prazer vir aqui e ouvir seu gorjeio!
beijo da angela

Leticia Gabian disse...

Oi, Ângela!
Soube ler direitinho o meu conto. É isso mesmo.
O prazer é meu em receber sua visita e seus comentários. Volte sempre.
Beijão.

Xica disse...

A história é de sua autoria? Q gira q é. Gostei e da imagem também. Beijitos.

Leticia Gabian disse...

Oi, Xica!
A história é da minha autoria sim, como todas as outras já arquivados nos meses anteriores. Obrigada pela visita e volte sempre.
Beijos.

Ana Luar disse...

E como na vida todos temos os nosso momentos de glória... acho que o dessa mocinha se estreou na hora em que o galã a olhou.

Beijo minha querida e obrigada pelo carinho dispensado à minha humilde pessoa.

Leticia Gabian disse...

Oi, Querida!
Só que ela estava tão no mundo dela que nem soube aproveitar.
Não precisa agradecer pelo carinho, quanto mais a gente dá, mais recebe.
Beijo grande pra ti.

pitanga disse...

Bom dia, depois eu volto...eee um e dois e tres...

beijos a correr

Ghiza Rocha disse...

Que bonito... e tantas coisas na vida são desse jeitinho né?

pensamentos_vagabundos disse...

em vez de palavras,deixo um sorriso:)

Leticia Gabian disse...

Ghiza,
Certamente.
Beijinhos pra ti.

Pensamentos Vagabundos,
Obrigada pela honra da primeira visita. Volte sempre.
Retribuo o seu sorriso.

AS disse...

Leticia, obrigado pelas tuas palavras tão gentis que me deixaste!
Felicito-te por esta linda história!...


Um beijo...

Leticia Gabian disse...

Frog,
Eu te deixei um depoimento verdadeiro, não apenas palavras gentis.
Beijo.

pitanga disse...

Letícia já recebi.

beijos atléticos

pitanga disse...

Letícia, já entraste no blog da Teresa Durões? Voando Por Aí. É muito bom.

beijos. Chove, mas SÓ LÁ FORA.

pitanga disse...

Falha nossa: é Teresa Durães.

O Sibarita disse...

Oi sua menina retada! Eu sempre gostei de escrever poesias, digamos, sensuais, mas, com lirismo, viu? kkk Volta no Sibarita e leia postado agora em setembro: Vênus, A Flôr da Pele e em julho: Plenitude. Depois me diga o que achou! kkk Vai gostar sim! Me aguarde que tenho várias assim, sem falar do carnaval que postarei talvez amanhã chamada Evoé Baco! kkk Obrigado pelas palavras. Não deixe de ler as poesias acima, ok?

Bjs.
O Sibarita

Armando disse...

Olá!! Ao contrário de ti já cá tinha estado... tenho-te visto por ai nos comentários e... verdade seja dita tenho-te lido mas não comentado, (não nos conhecemos ainda)! Mas não tenho sido teu leitor assiduo, apenas frequente... mas que gosto do que e como escreves... lá isso não tenhas duvidas!! EXCELENTE em letras maiusculas!!

O Sibarita disse...

Xiiiii... o cara se lenhou! kkk Mas, quem mandou ele da mole? Tá piripicado tem que se lenhar mesmo! kkk Eu sem da moleza o meu tel e da Antonia foram grapeados quando conversávamos na maior descaragem. kkk Vai lá ver! Seu texto tá é muito bom mesmo, você nos orgulha viu minha cabrocha baiana! Hummm... kkk

Bjs.
Tá rebocado!

Leticia Gabian disse...

Doce Pitanga,
Passarei voando por lá.
Beijos

Sibarita,
Vou ler sim. Me aguarde.
Beijos.

Armando,
Que bom que veio e deixou seu importante comentário dessa vez. Volte sempre. Também voltarei ao seu cantinho.
Abração pra ti.

Tá Rebocado,
Além de escrever muito bem, tem o dom de me levar lá pra cima, levantar o meu astral e acho que o todo mundo que o ê.
Beijão.

Barão da Tróia II disse...

Bem bonito. Boa semana

Leticia Gabian disse...

Barão,
Obrigada pela visita.

Hera disse...

Amiga, todo mundo tem seu mundo particular.. Aquele cantindo para cantar e fingir que tem a voz de uma Letícia Gabian... Beijos

Teresa Durães disse...

hum.... boa tarde! ... fiquei embaraçada com o comentário da Pitanga! Obrigada!

E gostei dos teus panos de paredes!

Obrigada pela tua presença!

Leticia Gabian disse...

Hera,
Affff Maria, assim eu fico muito cheia!
Pois eu já fico no meu cantinho querendo crescer e ser igual à Rosa Passos.
Beijos, querida.

Teresa,
Seja muito bem vinda e volte sempre que desejar. Pitanga só me indica cantinhos cheios de beleza. Adorei conhecer o seu.
Beijos pra ti

C_mim disse...

Oi

Vim agradecer as suas passagens lá pela minha casinha e descobri coisas bem interessante aqui no seu cantinho...

obrigada por partilhar.

Leticia Gabian disse...

C_de mim,
Eu que te agradeço prla visita. espero que volte sempre por aqui.
Beijos pra ti.

ana disse...

Gostei muito destas palavras :) e da imagem também. Beijos *

Leticia Gabian disse...

Obrigada pela visita, Ana.
Beijos pra ti.

Era uma vez um Girassol disse...

Letícia, que história doce e tão bem contada!
A minha filha disse que tinhas uma voz linda!!!! Tudo verdade!
Vou colocar outra canção tua para animar o girassol.
Beijinhos

greentea disse...

historias, leticia que se calhar j´´a aconteceram a todos n´´os...

beijos para ti

Cristiano Contreiras disse...

Leticia, que espaço agradável e bastante interessante. Além de tudo é minha conterrânea - fico ainda mais orgulhoso.

Voltarei mais vezes, com toda a certeza.

Desambientado disse...

Vim agradecer o amavel comentário e gostei do estilo e conteúdo dos teus postes. Tentarei ler-te com maior frequência.

greentea disse...

bons dias , hoje.

pitanga disse...

Bom dia, Letícia. Estamos na área.

beijos e flores.

Leticia Gabian disse...

Querida Girassol,
Que bom que gostou da minha história. Dê um beijo na sua filha por mim, ah.. e outro na netinha linda. E muitos beijos pra ti.

Greentea,
Vou aproveitar pra dizer que adorei seus últimos posts. Passear pela blogosfera é uma festa para os sentidos.Beijão pra ti, querida!

Cristiano,
Oi,caro conterrâneo!
Seja bem vindo ao S&T e volte sempre que desejar. Um beijo.

Desambientado,
Obrigada pela honrosa visita. Volte sempre. Adorei o seu espaço.
Abração.

Greentea,
Ótimo dia pra você.

Doce pitanga,
Bom dia!!! Até já.
Beijos.

pitanga disse...

Letícia, entra no Sussurros e Desabafos da Tanicha e vê que coisa mais delicada. A gente não sabe fazer essas coisas. É no post Para as Meninas. Se quiser vai pelo Pitanga, tá linkado.

beijos e flores

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Létícia... Volta lá e muda o final do texto, tá??? Porque deixar o pobre menino sofrendo??? Faz isso não... Tu pode e deve mudar o rumo da estória...

Adoro a máscara estampada logo abaixo!!!

Estou sem meu computador... Aliás, nesse ano é o quarto computador que eu perco e já devia ter acostumado com isso, mas enfim...

Deverei voltar e para ficar, pois agora já descobrimos o que fazia acabar com todos os equipamentos e que só não acabou comigo, por eu ser osso duro de roer.

E enfim... Tu viu a foto da lagartixa gigante da amazônia???

Obrigada pelas visitas e voltarei a normalidade em breve.
Beijinhos,
Cris

Leticia Gabian disse...

Mas Cris, que horror esse negócio dos computadores, hein?! Ainda bem que descobriram a fonte do problema.
Volte logo.
Beijos.