quinta-feira, setembro 07, 2006

Tema para ampla discussão:

"Quase sem querer, provoquei uma discussão dos diabos num papo entre amigos, ao trazer à tela uma declaração do insuspeito Chico Buarque: “Eu faço letra de música, não poemas”. Durante vários dias, via Internet, duas facções duelaram com todos os argumentos e exemplos possíveis, tentando justificar um sim ou não àquela pergunta. Aliás, não havia só duas posições: Os relativistas de plantão também provavam que “às vezes é, às vezes não”.


... Uma bela letra de música e um bom poema são como pérolas, idênticas ao nosso leigo olhar. Ao ler ou ouvir versos dos quais não conheçamos a origem, podemos nos confundir. O que as distingue, no fundo, é a origem e a intenção. Para que foram feitas, como surgiram. Mas aí já estamos tentando explicar o mistério da criação, assunto ainda mais anguloso. Acredito que em muitos botecos essa discussão pegue fogo, após ouvir uma canção do Chico."


Letra de Música é Poesia?
por Daniel Brazil - Oficina do Pensamento


Quero saber a opinião de vocês. O espaço está aberto. Que rufem os tambores!!!!!!
Beijos!!

32 comentários:

AP disse...

Ora bom dia!
Eu percebo o que o Mestre diz, embora para mim as letras dele sejam poesia...
Um poeta quando escreve fá-lo por pulsão e não preocupado com a forma em que vai ser lido ou ouvido é sr. de uma liberdade total.
Um letrista quando escreve terá de estar preocupado com o ritmo e todas as nuances necessárias pois sabe que à sua arte juntar-se-á outra arte, a da música...

Assim, é para mim poesia, mas com uma técnica específica.... não sei se me fiz entender :-)

José disse...

Adorei conhecer o SOM da sua voz fresca, que nos faz embalar e atravessar este Atlântico até uma cidade antiga, berço de grandes artistas, que tanto gostava de conhecer, Salvador.
Adorei conhecer o TOM das suas pinturas, mostrando a sua paixão por elefantes, por África, pela vida.
Obrigado por ter ido ao meu cantinho convidar-me para olhar o seu, de que tanto gostei, parece que podemos geminar nossos blogues?! O meu retrata os TONS da vida em fotos que tanto gosto de tirar e tenta dar SOM a palavras e sonhos.
Por falar em som, é a minha profissão.
Será que poderei linkar teu blogue no meu?
Será que poderei usar a tua música no meu blogue?
Um beijinho, saravá.

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

Lembrei-me também do Caetano, que disse um dia que é compositor e não um poeta e cá entre nós, sabemos que h´´a mesmo muita diferença entre uma criação e outra, mas nada impede que uma música tenha letra e melodia poética... Talvez seja esse o motivo das confusões feitas pelas pessoas que se identificam com o trabalho de alguns compositores.

Te agradeço por teres deixado tuas palavras no Lâmina e no post que arrepiou muitos e poucos se sentiram à vontade para falar.
Deixei lá mei último recado para o teu comentários e dos demais.

Beijinhos,
Cris

viajante disse...

Letra de música é Poesia. Que pode ser boa ou não. Mas é Poesia. Eu acho!

Leticia Gabian disse...

PM,
Você foi bem claro, sim.
Ao colocar esse assunto, minha única intenção foi a de movimentar e não chegar a nenhuma conclusão ou denominador comum. É porisso que gosto tanto de discutir sobre o sexo dos anjos. Um beijo pra ti.

José,
Que coincidência encontrar um blog de nome quase gêmeo do meu. Foi uma descoberta super valiosa. Adorei os seus TONS e SONS e aprendi o caminho. Estarei sempre por lá.
Sim é a resposta às suas duas perguntas. Nos vemos. Abração pra ti. Saravá!!!

Cris,
Como falei para o PM, minha intenção é movimentar, dar ritmo à conversa, criar motivo pra uma gente falar com a outra, trocar idéias, e nunca desejar que daqui surja uma tese ou um paradigma a ser adotado.
Aquela sua postagem calou fundo em mim. Mexeu com várias emoções, sentimentos, lembranças...assim pude falar um pouco do meu pai.
É um assunto danado de forte.

Beijo pra você, querida

Leticia Gabian disse...

Viajante,
Pois assim é se assim lhe parece.
Beijão pra ti.
E excelentes viagens.

avelana disse...

agora estou ocupado com outras cenas , virei mais tarde dar a minha opiniao

Era uma vez um Girassol disse...

Ah, minha amiga, difícilquestão...
Para mim, pobre mortal, percebendo pouco destas coisas, quando ouço Vinicius...voo para o Paraíso'!!!
Se não é poesia...então o que é?

Adoro este :

"Eu não existo sem você

Vinícius de Moraes


"Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem alegre se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você.

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver

Não há você sem mim
E eu não existo sem você."

Penso que existe letra de música que é e outra que não é mesmo, porque não tem qualidade nem alma !
Beijinhos

Leticia Gabian disse...

Querida Girassol,
Dá muito pano pra manga esse assunto, não é mesmo? O importante é que a gente se emocione lendo e escutando coisas lindas.
Beijos pra ti.

Mia disse...

"... Uma bela letra de música e um bom poema são como pérolas, idênticas ao nosso leigo olhar. Ao ler ou ouvir versos dos quais não conheçamos a origem, podemos nos confundir. O que as distingue, no fundo, é a origem e a intenção."

Podemos, sim, confundir. Quem já não confundiu? Os sonetos cantados/falados de Vicinius de Moraes? Serão música ou poemas? É demasiado dúbia essa questão.. mas minha opinião pessoal é que letras de música podem ser poemas, no entanto nem sempre poemas se podem transformar numa boa música...

Leticia Gabian disse...

Verdade, Mia. E há tanta letras lindíssimas, não é mesmo?!
Obrigada pela visita. Volte sempre. Beijo pra ti.

Hera disse...

Amiga, sou leiga mesmo no assunto, e só posso dizer o seguinte: poesia ou letra de música, se vier de Chico, será sempre perfeita! Não sei doferenciar as duas, se é qeu existe uma técnica para tal. Só sei mesmo que gosto. Das duas! Beijos

pitanga disse...

Letícia,em primeiro lugar quero lhe dizer que sua voz é linda. EU JÀ TENHO SOM!!! Em segundo lugar:

" Minha alma de sonhar-te anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver
Não és sequer a razão do meu viver
Pois que tu és já toda a minha vida".

FANATISMO (POEMA DE FLORBELA ESPANCA, MUSICADO POR FAGNER)

Preciso dizer mais?

Leticia Gabian disse...

Hera,
Idem na mesma data.
Beijos pra ti.

Pitanga,
Que bom que o som voltou.
É uma discussão sem fim. O importante é soar bem aos ouvidos e fazer brilhar os olhos. Se acontece assim, é música e poesia da boa.
beijo.

Conceição Bernardino disse...

Olá,
Eu sempre adorei a Simone...
Uma cantora que canta com a alma
Beijinhos

ConceiçãoB

naturalissima disse...

Amiga
desculpa-me ser breve! O que te posso simplesmente dizer é que AMO a música Brasileira... Adoro todos esses grande nomes que nos preenchem com as suas canções e poemas,... como caetano, Simone, Chico Buarte e tantos outros... muito mais

Já te disse que gostei imenso de te ouvir, voz doce
Um beijo

Leticia Gabian disse...

Conceição,
Simone é uma das minha preferidas, embora ande um pouco sumida por aqui. O timbre dela é lindo, completamente diferente do meu. Adoro!
Obrigada pela visita. Volte sempre.

Naturalissima,
Que bom que gosta da nossa musica.
E gosta do que `e realmente bom.
Beijo pra ti. Volte sempre.

peabirus disse...

Sabe o que eu queria, por falar em música e poesia... Te ouvir cantar "A Violeira", do Chico Buarque... Se catares e desejares me enviar, colocarei no SILÊNCIO...

Mas não te sintas compromissada. Isso são apenas devaneios!!!

Vim mesmo é te desejar bom final de semana e te dizer para dares uma olhadela lá no TRILHAS&TERRAS, que está em tempos de reflexões...

Te deixo um beijo de agradecimento por tua presença e palavras.
Obrigada de coração!!!

Bom fenal de semana prolongado!!!
Cris

Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba disse...

É claro, errei...
estava eu pensando nos PEabirus e viajei direto de ácido na veia!!!

O comentário de cima é meu!!!
Acabo de descer das nuvens...

Beijo,
Cris

pitanga disse...

Letícia já viu que o meu blog está cheio de frescura? Foi o mais velho, que eu , né meu bem, sou apenas "escritora"! Ah, eu ando tão assim...!
beijos

jorgeferrorosa disse...

Belo o teu espaço, magnífico. Gostei mesmo. Uma boa noite e bom fim-de-semana.
Caderno da Alma

Leticia Gabian disse...

Cris,
fui ao trilhas e li, vi, concordei, ri, chorei, me revoltei... você é uma danada, mesmo. Consegue provocar milhões de reações em quem está a sua volta. Te admiro demais.. Você é muito necessária. Beijos.

Doce pitanga,
Vi as frecuras, sim. São ótimas. Ficou bem mais chique no úrtimo.
Beijão.

pitanga disse...

Letícia se ainda estiver em casa vai ao pitanga. Não estou entendendo nada.
beijos

greentea disse...

há coisas lindas na música brasileira como na portuguesa.

Ouvi há dias Ivan ins a cantar Carlos do Carmo -Um Homem na Cidade.

Uma maravilha!

Rodolfo N disse...

La expresiòn de un creador puede llevar cualquier ròtulo, pero todo es creaciòn poètica.
Todo es expresiòn del alma .
Todo es poesìa.
Beijos

Leticia Gabian disse...

Pitanga,
Não está entendo o quê?


Greentea,
Amo o Ivan Lins.

Rodolfo,
Sábias palavras as suas. Um forte abraço.

pitanga disse...

Quando escrevi não tinha entrado no blog do Antonio Rosa. Demorou a cair a ficha e quando caiu o meu queixo foi junto.
beijos

APC disse...

Sem opinião, para já, que nunca o havia pensado e os "argumentos" sensoriais também se me confundem. Mas tinha que te dizer que este teu post está elegantemente bem escrito!:-)
PS - Desculpa, Letícia, ter-te "conhecido" numa altura em que estou meio "off"; depois compenso!
Beijinho-beijinho!:-)

Leticia Gabian disse...

APC,
quando voltar de vez, a gente põe a conversa em dia.
Beijos.

intruso disse...

letra de música pode ser poesia...

as intenções de uma coisa e outra poderão ser diferentes, obedecer a pulsões diferentes... mas não são conceitos/coisas imcompatíveis ou exclusivas

...as letras de C.Buarque são para mim poesia
:)

Leticia Gabian disse...

Querido Intruso,
"Atrás da Porta" e muitas mais são a prova viva.
Beijão pra ti.

Carlos Alê disse...

Os que estão dizendo que letra não é poesia precisam sempre dar uma definição de poesia que possa excluir a letra. Apresentam, portanto, uma definição tendenciosa. Outro recurso igualmente tendencioso que se observa é passarem facilmente da teoria literária para a crítica literária, e fazem isso salientando tudo o que as letras tem de pior, como se não existissem nelas os achados poéticos nem qualquer outro valor literário que as justificassem como poesia. Na minha opinião as letras e poemas, embora tenham estilos que nem sempre se equivalem, são essencialmente textos poéticos da mesma natureza. E nos seus melhores exemplares já ficou provada a possibilidade da plena expressão poética.