segunda-feira, maio 21, 2007

A flor



Gostava de ser a flor
ao alcance da tua mão
bem perto do teu olhar
a confundir nossos perfumes






A saudade escrita é minha e a foto-poema é do meu Zé

18 comentários:

Maria disse...

Ai amiga, como eu te compreendo...
... até fico com um nó aqui, apertadinho...

Que este vermelho rubro desta papoila seja um encurtar de distâncias, cada vez mais perto, perto, perto...

Beijão grande
Maroca

APC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
APC disse...

Tão só, esta florinha, longe da mão que se aveludaria em suas pétalas...
Inda por cima uma papoila: selvagem, fecunda e opiácea... Mas frágil também.

Opa, poeminha maneiroww!!! :-)))

E "ser feliz é tudo o que se quer", flor!... Como diz a canção que cê encanta enquanto escrevo.. Linda, linda!!!

Tens um não sei que de paraíso
E o corpo mais preciso
Do que o mais lindo dos mortais
Tens uma beleza infinita
E a boca mais bonita
Que a minha já tocou


... Caramba, tou indo embora!
Não posso ficar aqui a ouvir isto não! :-|

Beijinho***

APC disse...

OK, confesso: menti descaradamente! Não fui embora não! Ouvi tudo de novo, pronto!

Amo sua voz e sua cor
E seu jeito de fazer amor
Revirando os olhos e o tapete,
Suspirando em falsete,
Coisas que eu nem sei contar


(... mas não deveria)

Leticia Gabian disse...

Maroca, Maroca!
Queria tanto ser aquela flor! Ai, como eu queria!

Um super beijo, amiga

Leticia Gabian disse...

Amiga-poema!
Essa música é mesmo de endoidar!
Toda sexta-feira eu canto essa paixão, especialmente, pro meu Zé. Às vezes, a voz fica embargada e nos olhos se formam lagoinhas.... chego quase a não conseguir ir até o fim.
Ai.... amiga, hoje estou naqueles dias em que a saudade grita e não me deixa cantar.

beijão

Lari Nakao disse...

Que lindo...De se apaixonar mesmo!!

Leticia Gabian disse...

Lari,
Que bom que gostou!

Beijinhos

pitanga disse...

Querida Letícia, às vezes me pergunto se algum dia haverá outra música com uma letra que se assemelhe a essa. Os "meninos" estavam inspirados mesmo. Ela é a mais completa definição da paixão. Nos míiiiiiinimos detalhes.

beijos AZUIS!!!!! Aliás hoje até os brincos são azuis.

Leticia Gabian disse...

É verdade, Pitanguita!
Não foi à tôa que Zé e eu a escolhemos como carro-chefe da nossa trilha sonora.

Beijos vermelhos (de paixão, sempre)

pitanga disse...

Letícia tentei mandar mail mas o Ig está de mau humor. Amanhã tento outra vez.

beijos e vou indo (o sol está voltando)

Leticia Gabian disse...

Espero, Pitanguita.
Segure o sol!

Mário Margaride disse...

Olá Letícia,

Como te invejo minha amiga...e não me espanta a tua felicidade...e paixão. Que sentes pelo teu Zé.
É genuina, autêntica, real...não virtual. Por isso não me espanta.

Nada me espanta...a não ser a minha consciência, de já com nada se espantar.

Beijinhos

Leticia Gabian disse...

Amigo Mário,
Não podes mesmo sentir espanto, afinal tens uma história semelhante à minha. Também estás apaixonado por alguém e essa paixão teve início aqui, nesse quadradinho mágico.
Também te quero ver muito feliz, sempre.
Beijinhos

O Sibarita disse...

Ual! Tá demais mesmo, ô meu Deus!

Minha cumadi, cada verso, cada foto de cada postagem só faz nos revelar e confirmar que o amor e a paixão entre você e seu Zé é uma coisa tão simples e tão bonita que a noite e o luar na magia se incedeiam em um só coração.

É isso, vocês se completam na intensidade do amor brotando, germinando e florescendo a cada dia que o perfume exalado de cada postagem contagia e enche de esperança outros corações!

bjs
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Cumpadi!
As suas palavras fazem ficar mais linda ainda a nossa história. Brigadão pela eterna torcida, pela energia boa que sempre passa pra gente. És um super querido.

Tem um desafio pra ti (veja no post de agora).

Grande beijo

APC disse...

"Chego quase a não conseguir ir até o fim", é? Hummmm...! ;-)))

Leticia Gabian disse...

Verdade, amiga-poema!
"Paixão" é a nossa música-tema. Às vezes, quando a canto, me dá um nó na garganta.... só eu sei.

Beijocas