terça-feira, maio 15, 2007

O Perfume (Para além dos sentidos)



Em 1987, li o sensacional O Perfume, de Patrick Süskind. Sempre fui muito ligada a cheiros e foi uma leitura altamente marcante pra mim, numa altura em que recuperava o meu olfato, graças a ter abandonado o vício do cigarro, fazia alguns meses.

Hoje, tive a satisfação de assistir, em DVD, à adaptação para o cinema, muito fiel ao livro. O que muito me agradou.
Tudo se passa entre os anos de 1738 e 1767, época em que a França se tornara apática e massacrada pelos interesses burgueses, e conta sobre Jean-Baptiste Grenouille, um ser totalmente inodoro, porém dono de um olfato extraordinariamente apurado e a sua busca pelo perfume perfeito.
A narrativa está repleta de mensagens alegóricas e o final é soberbo.
E mais não conto.

Quem ainda não leu ou não viu, não perca!

25 comentários:

Fernando Pinto disse...

Que delícia de cantinho, o seu! Amei!

Beijinhos, daqui deste lado do Atlântico.

Fernando Manuel

Leticia Gabian disse...

Olá, Fernando!
Obrigada pela visita e volte sempre.

Beijinhos

pitanga disse...

Adoro perfume. Não saio de casa sem. Colônia, extrato, parfum. Nacional ou estrangeiro. Olfato? Sou como os índios. Sinto cheiro de chuva à léguas.

beijos num dia de sol (lá fora)

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
Antes essa utilidade do que colocar, de vez em quando, o nariz onde não se é chamado, não é? (Se é que me entende!).

Beijos, pra trazer o sol pra dentro

O Sibarita disse...

Pois é minha cumadi!

O que quero dizer é que não li o livro, mas, assisti o DVD de "O Perfume" e não sou eu quem vai contar o magnífico final, eu? Conto não! Quem molhou seu carvão que abane, viu? kkkk

Táis dito! kkkk

bjs
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Cumpadi!
Não é fantástico?
Quando li o livro, pensei que daria um filmaço.... e não deu outra! Incrível como um recurso audio-visual pode dar um tratamento fácil e claro a um sentido como o olfato. Tem momentos que dá mesmo pra sentir, cheirar. Só mesmo a magia do cinema!

Jo§e disse...

Eu não tenho o olfacto muito apurado, mas tem um sabonete que me faz sonhar...

Um beijo perfumado

Leticia Gabian disse...

A mim também... e muito.

Um beijo bem perfumadinho

ARTEMINORCA disse...

Já li minha querida!
Mas melhor que isso é olhar as tuas gravuras e ouvir a tua voz! Tens uma arte!!!! Nas palavras, nas cores, nos traços, nas entregas!!!!
Beijinhos, Lu

Mário Margaride disse...

Olá Letícia,

Por acaso não li esse livro.
Mas como confio nas tuas escolhas, e nos teus gostos...vou procurar e ler.

Podes crer que sim!

Um beijão minha amiga

O Sibarita disse...

MinhA querida Cumadi, oi esqueci-me de dizer que a senhora tem refinado gosto, pois, "O Perfume" é um filme de responsa e não sei se muitos dos que assistiram gostaram, agora, vou ler o livro, faça fé!

Ah me faz um favor, volta, lá no Sibarita e veja "Azul"

Ah tô que tô né? kkkk Tá bom... O caldo de lambreta, de sururu e a catuaba selvagem que o digam, sem eles eu não tava que tava... Aliás, eu tava era batendo biela, pedindo socorro no agravi, entendeu? Não? Ah não é possível... Valhei-me meus Orixás! kkkkkkk

abraços,
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Deus do céu!
Chego a ficar muito boba com as coisas que dizes de mim, ainda mais vindas de alguém tão cheia de talento como tu.

Lu, és uma super querida.
Beijinhos

Leticia Gabian disse...

Querido amigo Mário,
Podes ler, que vale muito a pena.
Depois, me dizes, tá?

Beijinhos

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
Já vou lá.

Maria disse...

Ainda não vi o filme, mas adorei o livro, Amiga.
Recomendo vivamente.

Beijão grande

Leticia Gabian disse...

Maria!
Que bom que também gostou e recomenda.

Super beijo

pitanga disse...

Letícia querida, ÁLGUÉM, veio lá do passado e trouxe o sol. Adivinhas?

beijos

Leticia Gabian disse...

Hum, Pitanguita!
Issó é pra lá de bom!

Beijocas

naenorocha1@hotmail.com disse...

Li nos teus olhos, pelos meus
Exposto há nos dois um sol
Tudo dizendo, do amor falando
Intimos quase triscando
Comi teus desejos com os mues.

Gostosa fartura de amor e medo
Até que meus olhos percebessem
Batendo os cílios, já nos teus
Invicto amor, já se formara
Até as mesmas visões sem fim
Nas nossas vidas, perpetuados.

Prá ti é o meu comentário de home.
Um beijo do Naeno

naenorocha1@hotmail.com disse...

Imitando a lagarda na goiaba
Ai momentos, ai tormentos.


por favor ajeita a poesia eu havia esquecido mais duas letras dos teu nome.

outro beijo

Naeno

Leticia Gabian disse...

Olá Naeno!
Obrigada pela poesia em acróstico.
Vou ajeitar sim, não te preocupes.

Beijinhos

Sailing disse...

adorei o livro e o filme ... recomendo

bjs

Leticia Gabian disse...

Sailing,
Que bom saber que gostou dos dois perfumes (livro e filme).
Obrigada pela visita.

Beijinhos

Saramar disse...

Oi Letícia
Tive o prazer de ler o maravilhoso l ivro há muitos anos.
Vou ver o filme, que deve ser muito bom também.
Obrigada pela sugestão.

beijos

Leticia Gabian disse...

Olá, Saramar!
Vai, assiste e depois comenta o que achaste.

Beijos