sexta-feira, agosto 10, 2007

A Farpa

A foto-poema é do meu Zé
É meu, esse dorido ai



E a farpa rasga a pele
impede os passos
limita os gestos
cala as palavras
gritando ais






12 comentários:

Mário Margaride disse...

Querida Letícia,

Quando as farpas, rasgam a pele...doi mesmo!

E eu que o diga!

Beijinho grande!

Leticia Gabian disse...

Amigo Mário,
Muitas vezes falamos somente ais, não é? É assim mesmo a vida.
Mas, em contrapartida, vez em quando suspiramos de alívio, de paixão... Nem tudo é dor.

Grande beijo

Pitanga disse...

Diz lá Letícia: quem anda impedindo teus passos?
Que ao menos não te cale a voz, e contra farpas...flechas.

beijos docinhos

O Sibarita disse...

Ô minha Cumadi isso é arame farpado não? kkkk

Ai Jesus! O amor é por vêzes assim, alivia dona moça... kkkk

bjs
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
Quem, né? As farpas, geralmente, têm nome mesmo. Mas, fica fria... não há ninguém com o poder de me calar. Nunca.
Beijão, querida

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
Aliviei, já. Preocupa não.
Beijão

Pitanga disse...

É amiga. Tem gente que não se manca.

beijos e não desce do salto não!

Maria disse...

Minha Amiga

E o que te posso dizer?
As farpas doem, mas quando nos ferem mesmo. As da nossa imaginação não deviam sequer tocar-nos.... em lado nenhum.
Nem as reais, nem as virtuais, nem nada....
Só o que é palpável dói verdadeiramente...
E não desce do salto não, como diz a pitanga....

Beijão

triliti star disse...

andei a passear no seu blog e, além de outras coisa, vi azulejos lindos.
tudo a correr bem logo à noite.
beijo.

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
Pode deixar, desço não.
Beijo grande

Leticia Gabian disse...

Maroca,
Já virei a página. Então não sabes como sou? Preciso botar pra fora na hora... Não guardo nada, muito menos o que não vale a pena.
Fica sem preocupação, tá?

Muitos beijos grandes

Leticia Gabian disse...

Triliti,
Os azulejos são uma paixão minha. E estes, com os números, são regalos de um outro amigo, também apaixonado pela azulejaria. Há tanta coisa linda!
Hoje, começo a cantar desde as minhas cinco da tarde e só acabo de madrugada.... Haja garganta!
Beijo