segunda-feira, julho 30, 2007

Ainda a LUA

A foto-poema é da autoria do meu Zé



ainda há luar!
e se agora fosse Natal outra vez
podíamos nascer todos de novo
a estrela podia ser a mesma
o céu também
o mundo podia ser o mesmo
nós também podíamos ser nós
só que sendo outros




António Paiva
(Janela do Pensamento)


18 comentários:

viajante disse...

Natal é todos os dias e ele vai chegar bem depressa na voragem do calendário.Ainda ontem era Janeiro e amanhã é á Agosto...

Leticia Gabian disse...

Viajante,
Às vezes, o calendário parece viajar com a velocidade da luz... Em outras, parece se arrastar a não ter mais fim.
Eu fico aqui, entre uma coisa e outra, procurando ser paciente, aprendendo a esperar.
Beijão, querido

Naeno disse...

PAUTA

Eu queria fazer um poema
Assim, métrico,
Tenso, como um fio elétrico
Para que todas as manhãs
Os pássaros viessem pousar e cantar.
Eu queria fazer uma música
Na pauta tensa da rua,
Para todas as noites, a lua,
Tocar nela e rebrilhar.

Postado por Naeno

Um beijo

Pitanga disse...

Na verdade vim a tempo de duas. E olhe que corri!

beijos de segunda que são de primeira.

Maria disse...

Olá Amiga!

Gosto dos poemas do António Paiva.
E este poeminha dele diz-me tanto....
E com esta lua, que é cá da terrinha.... hehehe

Beijão grande

Leticia Gabian disse...

Naeno,
A tua poesia, continua em pauta.

Leticia Gabian disse...

Pitanguita,
Tudo em ti é de primeira, querida amiga. Então não sabes disso?
Beijão

Leticia Gabian disse...

Maroca,
Fiquei encantada com as coisas do António. Adoro o dizer muito em poucas palavras. E ele faz isso tão bem!
Beijão

Tozé Franco disse...

Gosto da fotografia. Excelente. O mesmo para as palavras.
Um abraço.

Leticia Gabian disse...

Olá, Tozé!
As fotos lá no teu blog também são ótimas.
Abração

Universos Virtuais disse...

As palavras são lindas...

Aproveitamos para informar que mudamos o nosso site, agora estamos em UniversosVirtuais.com

Abraços!

Leticia Gabian disse...

Universos Virtuais,
Obrigada pela visita.
Abraços

Mário Margaride disse...

A lua. Essa eterna feiticeira, que nos eneabra e absorve, com a sua incandescente luminusidade, que nos cativa.

Adorei esta bela imagem!

Beijinhos querida Letícia

APC disse...

O renascimento a que todo nós temos direito! E que, por vezes, só mesmo se assim for!...

E essa lua, linda-linda... Tá loiraça, como você (sim, que eu vi, eu vi!;-))

[Ai, esta música, mulher!!! Esta letra dá cabo de mim!!! Mas só poderia ser assim perfeita se cantada por essa voz de anjo, miga!]

Um grande beijinho! :-)

[Vou ali e já volto, mas não vou dizer adeus, ok?;-)]

Leticia Gabian disse...

Amigo Mário,
A lua é tudo!
E o poema do Paiva, também.
Beijo grande

Leticia Gabian disse...

Amiga-Poema,
Esse poema de Paiva é uma necessidade.
E essa lua....Aff Maria!
Essa música e essa letra são mesmo de encomenda.
Adeus de ti...Nunca!

Beijão

O Sibarita disse...

Minha cumadi, oi só rindo viu? kkkk

Agora me faça uma garapa de limão viu? kkk Para ver se corta essa onda! kkkkk

É, a lua continua sendo dos namorados.... O texto tá bem legal...

bjs
O Sibarita

Leticia Gabian disse...

Cumpadi,
Já fiz!!!!
E a lua... É dos namorados.

Beijão