domingo, julho 23, 2006

Gravação














Gravação, no Estudio Kamikase, de CD demo com cinco músicas:

1.Chega de saudade (Tom Jobim e Vinicius de Moraes)

2. Vivo sonhando (Tom Jobim)

3. Atrás da Porta (Chico Buarque e Francis Hime)

4. Sem compromisso (Geraldo Pereira e Nelson Trigueiro)

5. Corcovado (Tom Jobim)

Em breve poderão escutar e tecer comentários.

7 comentários:

pitanga disse...

Letícia, estou no Rio. Vi seu post em outro blog. Entre no pitangadoce. Acho que vai gostar.
abraços cariocas Pitanga

Allan disse...

E esse cd demo vai estar sendo vendido no Aconchego da Zuzu? bjos e sexta que vem a gente se encontra...

Leticia Gabian disse...

Allan,
Não vendo. Eu posso te dar, pois trata-se de um CD demo, do qual não paguei direitos autorais e nem possui a mesma qualidade de um CD feito para venda.
A gente se vê. Apareça mesmo.

greentea disse...

fico à espera de ouvir.

beijos

josé oliveira disse...

Não lhe cheguei a responder à questão da música. Por acaso (ou talvez não seja por acaso), gosto muito de bossa nova. O destaque que a boa música popular brasileira assume, e em particular o da bossa nova, quer-me parecer que terá a ver com a afinidade da língua e com as emoções específicas que são transmitidas. Não sou versado em música, mas sei pelo menos distinguir o prazer do desconforto sentido assim que ela entra nos ouvidos.
Estive a ouvir os mp3 que colocou no seu site, e devo dizer-lhe que a sua voz cativa e encanta. É elixir suavizante para a alma. Perdoe o desconhecimento, mas além do cd caseiro e deste demo, tem já trabalhos editados? E se não, para quando? Parece-me também evidente que tem sentir e poder de escrita mais que suficientes para originais seus se poetas e compositores não chegarem. Está no reino do querer e do fazer, porque prazer não parece faltar!

Leticia Gabian disse...

José,
Agradeço o seu comentário tão elogioso.
Não possuo ainda um trabalho mais elaborado, um CD comercial, digamos assim. Quero partir para um Cd 70% autoral e, para isso, estou trabalhando junto aos meus parceiros. Depois do repertório pronto e escolhido, ainda terei que correr atrás de patrocínio, pois para gravar um CD independente custa muito dinheiro.
Continuemos a escrever o que sai de nossas almas e corações.
Abração

Hera disse...

Dif´cil decidir que música eu gosto mais... Impecável!