segunda-feira, julho 17, 2006

O poeta que escreve pra mim, de mim e nunca se deu conta disso. E agora É TARDE

Confissão

Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!

Mario Quintana

7 comentários:

greentea disse...

e estou a responder-te

com Bernardo

com Desassossego


com A C Ç Ã O !!!!!!!!!!!!!

um beijo

greentea disse...

é o alvorecer de uma nova aurora.

beijos

Noite disse...

É muito importante revolucionar o nosso mundo interior, só assim somos capazes de transformar o que nos rodeia.

Garota bossa-nova disse...

Olá Letícia!Obrigada pela visita e pelo toque!Não sou de Salvador,mais moro perto e já ouvi muito falar deste barzinho.Ainda ei de ir la´te ver para apreciar a bossa nova que tanto amo!Um abraço!

Allan disse...

Oi Letícia,
O Restaurante que vc toca fica onde?

Leticia Gabian disse...

Allan,
É o Aconchego da Zuzu, e o endereço é: Rua Quintino Bocaiuva, 18, Fim de linha do Garcia.
Sempre às sextas-feiras, a partir das 21:30. Apareça por lá.
Abraço

Leticia Gabian disse...

Garota Bossa-Nova,
Bem vinda ao Som & Tom. Apareça, quando puder, pra me ouvir cantar. vai ser uma honra.
Até mais